Segurança NR 10 - Corda de fibra excelente resistência à abrasão e às intempéries.

 

Com o passar do tempo e com as constantes alterações nas publicações das normas regulamentadoras de Segurança do Trabalho, as empresas e fabricas de EPI´s vem se atualizando e inovando seus equipamentos preocupados com a segurança dos trabalhadores do setor elétrico, como é o caso da CSL – Cordoaria São Leopoldo que desenvolveu a corda Dupla Trança HMPE/Dyneema.

Feita com a fibra mais forte do mundo (Dyneema) e poliéster, o equipamento vem para substituir os tradicionais cabos de aço, que hoje são usados para diversos fins, inclusive a manutenção de redes de alta tensão. Pioneiro no país, o produto promete aumentar a segurança para quem trabalha com eletricidade, já que o cabo de aço, além de seu elevado peso, é condutor de energia elétrica. A nova EPI não conduz eletricidade, pesa somente um oitavo do peso do concorrente e diminuí os riscos de choque elétrico de elevada carga, que sempre colocam em risco a vida dos trabalhadores.

A CSL fabrica algumas opções de cabos de fibras sintéticas de alta performance para trabalhar em guinchos, substituindo os cabos de aço. A construção Dupla-Trança com a trança externa (capa) sempre em poliéster de alta tenacidade garante proteção da trança interna (alma) devido a excelente resistência à abrasão e às intempéries, trazendo maior homogeneidade e firmeza ao produto. Os cabos de trança única em HMPE se destinam aos guinchos de menor porte onde o espaço e a resistência à abrasão são fatores cruciais.

A capacitação Profissional e reciclagens no curso nr 10 e com os equipamentos adequados, o trabalhador do setor elétrico apresenta respostas satisfatórias às novas demandas em seu ambiente de trabalho.

 

MA Consultoria e Treinamento

Por Pablo Brescia / Fonte: Revista Proteção e homepage CSL – Cordoaria São Leopoldo.

Mais notícias

Valid HTML 4.01 Transitional