Após a tragédia que ocorreu no município gaúcho de Santa Maria, durante um incêndio em uma boate chamada Kiss, que causou a morte de mais de 200 jovens por asfixia na madrugada de domingo (27), o tenente do Corpo de Bombeiros de Carazinho, Lissandro Antônio Ribeiro, chama atenção para os cuidados de prevenção que se deve ter também em nível municipal – reacendendo a discussão sobre normas de segurança em casas noturnas e estabelecimentos comerciais.


Ribeiro menciona que a adequação às normas já estabelecidas pelos Bombeiros é mais fácil e eficaz quando se trata de prédios construídos para fim específico de uma casa noturna. Quando o prédio já existe, e é adaptado para abrigar uma boate, essa adaptação é mais difícil. “Os prédios construídos para esse fim geralmente tem tetos mais amplos, saídas de emergência planejadas conforme a nossa exigência, pois antes da conclusão da obra, os bombeiros já fazem vistoria, verificando se algo precisa ser mudado. A dificuldade quando os prédios não foram construídos para esse fim, é que a adaptação depende da estrutura antiga”, esclarece.

O Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) é feito através do Corpo de Bombeiros, construído em conjunto com a empresa que irá se instalar e a instituição. Antes da finalização do projeto e construção, os Bombeiros vão até o estabelecimento, verifica dentro das normas o que precisa ser instalado para a prevenção de sinistros – equipamentos como extintores de incêndio, portas de saída de emergência, sinalização adequada desse acesso, lâmpadas de emergência, exaustores, entre outros, são exigidos conforme o cálculo de público. “Visto as medidas do prédio, e a capacidade de pessoas, se calcula a quantidade de portas de saída de emergência são necessárias, por exemplo. Ao final da obra, é feita nova revisão e se tudo estiver de acordo com a exigência legal, é liberado o alvará para funcionamento”, explica o comandante.

Após essa primeira liberação, uma vez por ano acontece a renovação do alvará, quando a empresa leva até os Bombeiros uma relação dos extintores, que devem ser recarregados anualmente, e são exigidos curso de treinamento para alguns funcionários. 

Esses cursos são ministrados em “Centros de Treinamentos Especializado em Segurança do Trabalho" como a empresa MA Consultoria e Treinamentos LTDA que é uma empresa que foi criada em 2006, e está localizada em Belo Horizonte. Tem como objetivo principal buscar melhor atendimento e esclarecimentos aos clientes sobre as normas regulamentadoras, segurança do trabalho, engenharia elétrica, treinamentos, consultorias e cursos de capacitação profissional. Hoje a MA é conhecida como "Centro de Treinamentos Especializado em Segurança do Trabalho" e tem o orgulho de afirmar que por nossas salas de aulas e sites já foram capacitamos mais de 3500 alunos no curso de NR10 e mais de 8 mil alunos se contarmos os nossos outros treinamentos como as RAC`s da Vale, Espaço Confinado, Trabalho em Altura, CIPA, NR6, NR20, NR12

Mais notícias

Valid HTML 4.01 Transitional